Gravidez Semana a Semana

Gravidez Semana a Semana

Gravidez semana a semana

No decorrer das suas primeiras semanas de gravidez o bebê ainda é apenas um embrião e nesse período tanto seu coraçãozinho como também seus pulmões começam a se formar.

Em geral, o coração do embrião começa a bater na sua 25º semana – e nessa mesma fase o tubo neural, que tende a se converter na medula espinhal e no cérebro também surge.

No finalzinho do primeiro mês de gestação o bebê terá cerca de 9 mm e um peso bem pequenino, que é de apenas 0,5 gramas!

Nessa primeira fase da gestação, as mamães também podem investir em alguns hábitos importantes, como realizar atividades físicas – esse tipo de hábito agrega uma série de benefícios para a mulher e para o bebê.

Porém, antes de iniciar qualquer atividade física é importante considerar sempre realizar uma consulta junto ao seu médico, pois ele poderá dar orientações mais assertivas quanto ao tipo de exercício que poderá ser feito e também avaliar seu condicionamento e andamento da gestação.

Gravidez – Como é o corpo da mulher?

A futura mamãe deverá passar por uma série de transformações no seu corpo – o corpo agora começa a enviar determinados sinais que poderão confirmar uma eventual suspeita de gravidez.

A confirmação realmente irá se consolidar após a realização do exame de urina, ou até mesmo por meio de uma analise acerca do seu sangue – nesse caso, a gestação poderá ser devidamente confirmada se os testes indicarem a existência do hormônio Gonadotropina Coriônica Humana, chamado popularmente pela siga GHC.

É justamente esse hormônio que indicará se a mulher está de fato gerando uma vida dentro de seu ventre!

Em decorrência dessas alterações hormonais em seu corpo, a mulher poderá vivenciar alguns sintomas clássicos, como a fadiga, vômitos e náuseas, bem como um aumento dos seios, maior vontade de urinar, alguns incômodos pélvicos e até mesmo uma maior sensibilidade no seu olfato.

A ação hormonal também poderá agregar uma maior instabilidade emocional na mulher – pode ser que em determinados momentos ela se sinta radiante por estar gerando um novo membro da família, enquanto outros seja acometida por uma forte ansiedade, insegurança e até mesmo receio dessa mudança em sua vida.

No primeiro mês de gravidez os cuidados são essenciais

Os primeiros meses de uma gravidez são sempre determinantes para o desenvolvimento e bem estar da futura mamãe – nesse caso, tudo o que for feito agora poderá refletir substancialmente na saúde de ambos.

Se a mulher fumar, por exemplo, é importante abandonar esse hábito nocivo o quanto antes, pois isso poderá afetar drasticamente o feto.

É importante sempre ter em mente que a sua saúde refletirá também a saúde do seu bebê – o mesmo vale para a sua dieta, estado emocional e tudo que possa a expor a um condicionamento negativo.

 

Como certificar cuidados adequados – a importância do pré-natal

É fundamental que você sempre realize visitas periódicas ao seu médico e que tenha extrema atenção quanto ao pré-natal – que é um exame essencialmente importante para garantir que sua gestação transcorra bem durante todos os meses.

Procure também complementar sua dieta com ácido fólico entre o segundo e o terceiro mês de gestação – isso ajuda a reduzir potencialmente os riscos de determinados efeitos congênitos.

É importante também sempre procurar tomar em média entre 6 e 8 copos de água, bem como incluir na sua dieta sucos naturais de frutas ou leite diariamente.

Do quinto ao ultimo mês de gestação!

No quinto mês o feto já se move dentro da sua barriga e logo a futura mamãe poderá perceber isso! – Não esqueça de relatar esse momento tão especial ao seu médico.

No sexto mês ocorre que o bebê já consegue sobreviver fora do útero, e há casos que o parto pode se antecipar, provocando um nascimento prematuro – isso poderá acontecer desde que os cuidados neonatais tenham sido levados em consideração.

Agora o cansaço e a ansiedade com relação ao parto podem surgir e muitas mulheres começam a sentir esses sintomas diariamente.

Assim que atinge o sétimo mês, as chances de um nascimento prematuro também se mantêm presentes. Se por ventura o bebê nascer agora ele mantém suas chances de sobreviver, mesmo que seu sistema imunitário e seus pulmões ainda sejam bem frágeis e seguirem se desenvolvendo.

No oitavo mês o que não falta é expectativa na vida da futura mamãe e a contagem regressiva passa a ser ainda mais frequente em sua rotina. Essas ultimas semanas podem ser bastante intensas – o receio com relação ao parto e a vontade de conhecer o rostinho do futuro membro da família agora são ainda mais fortes.

No nono mês tudo já está devidamente preparado para a chegada do pequeno – a mulher sente o peso das ultimas semana, inchaço e desconforto são predominantes e dormir é uma tarefa bastante difícil!

A gravidez é um momento muito intenso e incrível na vida da mulher e revela uma série de descobertas acerca do seu corpo, vida, sentimentos e muitos outros aspectos realmente únicos! Mas, tudo vale a pena quando se trata de conhecer o rostinho da “pessoinha” que você mais amará daqui para frente!

leave a comment

Create Account



Log In Your Account